Pages

sexta-feira, 16 de abril de 2010


Nina

2

Nina se perguntava como era ver através dos olhos de um certo alguém. Esse certo alguém ofereceu a ela uma chance, mas sabe como é... Ela estava sempre atrasada, e os filtros que usava davam a ela desculpa esfarrapadas. Ela jogou fora o que é real, e quando percebeu isso, ficou enfurecida. Nina decidiu aguentar firme as consequências dos seus erros, esperando por uma segunda chance. Aguentando durante muito tempo, enquanto seguia cantando aquela mesma canção velha, que estava tão acostumada. Aguentava firme, na espera de sua outra chance. Na espera de que algo pudesse pará-la, e afastar dela aqueles pensamentos, e quem sabe, aquela culpa.
Nina se perguntava como era andar ao lado de um certo alguém. Tomar uma certa tenência em algumas atitudes, começar a pensar antes de falar. Se mover na mesma velocidade daquele alguém. Nina queria ter um peso para se manter ao estado daquele certo alguém. Enquanto isso não acontecia, ela observava tudo de fora. Ela sentia uma sensação gostosa, amava assistir aquilo tudo. Mas sabia que aquilo não era para ela. E enquanto não conseguia mudar o seu estado, Nina decidiu aguentar firme as consequências dos seus erros, esperando por uma segunda chance. Aguentando durante muito tempo, enquanto seguia cantando aquela mesma canção velha, que estava tão acostumada. Aguentava firme, na espera de sua outra chance. Na espera de que algo pudesse pará-la, e afastar dela aqueles pensamentos, e quem sabe, aquela culpa.




Conheça a Nina.

2 comentários:

lusca fusca disse...

Me sinto tão Nina em certos dias da minha vida.
Lindo o blog.

Rosângela Cunha disse...

Fiquei tão contente com a sua
visita, que vim correndo te ver,
te seguir, e te levar para os
meu prediletos. Obrigada!

O seu também é lindo!

Flores e estrelas, sempre!

Sou meio alheia quando se trata
de cinema, mas por aqui
vou tentar "ficar meio por
dentro" desse mundo mágico.