Pages

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009


Same as always

1
Faz muito tempo que eu não posto aqui, e mais tempo ainda que eu não faço um post para o meu próprio desabafo. E esse post, é bem parecido com outro que já coloquei aqui uma vez.. Mas é sempre assim... Ainda que eu tente fugir dos textos e da escrita, chega uma hora que ela aparece, e assim, eu tenho que me render.

Cada dia que passa, eu boto menos fé no ser humano. Eu não consigo entender como as pessoas conseguem ser tão cruéis, como conseguem viver a vida quem vivem. Eu, por exemplo, não faço parte desse mundo comum à maioria das pessoas, mas sou afetada por ele toda hora. Não aguento mais isso. Não aguento mais pessoas que se acham superiores, não aguento mais pessoas que julgam tudo, a todos os momentos, sem sequer saber porque estão julgando. Não aguento mais essa padronização ridícula de beleza imposta, que é impossível de ser seguida, porque não temos um photoshop pra nos acompanhar no dia a dia. Não aguento mais tanta hipocrisia, não aguento mais tanta covardia.

Que mundo é esse, meu Deus?
Como eu vou colocar uma criança pra viver num mundo deles, pra conviver com essa geração RIDÍCULA da qual eu pertenço? COMO eu vou colocar uma criança aqui, e falar pra ela que as pessoas vão aceitá-la pelo tipo de cabelo ou corpo dela, não pelo que ela tem por dentro? Como vou falar pra essa criança que vão duvidar de toda a capacidade, e vão debochar de tudo que ela acredita? Não, definitivamente esse mundo não é pra mim.

Cansaço. Insegurança e medo do futuro. É isso que me resta, perante a esse universo maldoso.

1 comentários:

Juliana (you know you should) disse...

é cara, eu acho que é bem isso mesmo. hoje eu postei no meu blog também sobre isso, é sobre 2010 e tal né, mas eu falei bem essa coisa de falta de fé no ser humano e o cansaço. Eu concordo plenamente e me sinto bem assim, eu acho tudo isso ridículo, todo mundo preconceituoso, idiota, homens e mulheres pensando só em beleza e dinheiro o tempo todo e um querendo ser melhor que o outro sem pensar em sair desse pensamento anti-evolutivo... Eu sou anoréxica, parece que alguém que se importa com beleza não pode falar tanto disso, mas pode sim, eu tenho tentado de toda a maneira reverter a situação, e na minha opção de faculdade ou de trabalho, eu vou tentar escolher exatamente algo que nao financie de maneira nenhuma essas vertentes hipócritas da sociedade. Enfim, adorei ler seu post e estou seguindo esse também =D Beijos